快捷搜索:  as

Governo da áfrica do Sul diz estar comprometido a enfrentar

Joanesburgo, 21 mar (Xinhua) -- O presidente Cyril Ramaphosa disse que o governo está empenhado em enfrentar a crise energética que afeta o país.

Ao dirigir-se a milhares de pessoas para comemorar o Dia dos Direitos Humanos em Sharpeville, Gauteng, na quinta-feira, Ramaphosa reconheceu os efeitos da crise na economia.

"Estamos enfrentando atualmente uma grave crise energética que está tendo um impacto profundo na vida de nosso povo e de nossa economia", disse ele.

Ramaphosa disse que a resolu??o do problema está sendo priorizada.

"Restabelecer um fornecimento confiável de eletricidade e garantir que tenhamos um modelo sustentável de energia acessível é uma de nossas prioridades urgentes", disse Ramaphosa.

"Vamos superar a crise de eletricidade da mesma forma que vamos superar o desemprego, a pobreza e a corrup??o.

A áfrica do Sul está sofrendo alguns dos piores cortes de energia nos últimos anos.

A empresa bancária de investimento Goldman Sachs disse que se a atual intensidade de perda de carga persistir em 2019, poderá subtrair até cerca de 0,9 ponto percentual do crescimento anual.

O Banco Mundial projetou a taxa de crescimento da economia da áfrica do Sul em 2019 em 1,3 %.